Centro de Operações de Geração (COG) Votorantim Energia

Necessidade

A Votorantim historicamente investe na geração de energia voltada as suas atividades industriais, contando com um parque gerador com capacidade instalada de 2.604 MW, sendo 33 hidrelétricas e 5 usinas de cogeração. Criada em 1996 para gerir os ativos energéticos da companhia, a Votorantim Energia especializou-se na construção e operação de hidrelétricas, bem como na gestão de energia para prover competitividade às empresas da Votorantim.

No mercado eólico, em 2016, a companhia investiu R$ 1,13 bilhão na construção de sete parques eólicos, com 98 aerogeradores e capacidade instalada de 206 MW, instalados no Estado do Piauí, no nordeste do Brasil. Este investimento representa 93 MW médios de energia assegurada, comercializadas no 22º Leilão de Energia Nova, que foi promovido em agosto de 2017 pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O Centro de Operações de Geração (COG) permite o planejamento, a organização, a direção e a distribuição de recursos das usinas em um só local, além de possibilitar a atuação de forma remota. Em vista da importância do COG, a Votorantim Energia contratou a Energia Automação para fornecer algumas de suas soluções para permitir a melhor interface entre os usuários, 17 usinas hidrelétricas e 1 complexo eólico.

Soluções da Energia Automação utilizadas no projeto

Gateway de Protocolos

Em cada usina hidrelétrica e no complexo eólico foram instalados computadores que recebem a solução de Gateway de Protocolos da Energia Automação.

Estes gateways efetuam a aquisição das informações dos diversos sistemas existentes nas usinas (CLPs, UTRs, Medidores de Energia, Servidores OPC, etc.) e as distribuem para o COG de forma padronizada e compactada, otimizando o uso de banda dos links de comunicação.

SCADA – Setor Elétrico

No COG, a solução SCADA da Energia Automação foi implantada em um par de servidores hospedados em Cloud e que funcionam em HotStandby, garantindo a melhor disponibilidade do sistema.

O software foi desenvolvido conforme padrões exigidos pela Votorantim Energia, de forma que as telas de supervisão e operação receberam as customizações necessárias para atender às expectativas do cliente. Através de um conjunto de telas que funcionam em estações de operação e em Vídeo Wall, os operadores supervisionam os estados dos geradores e aerogeradores, as subestações elevadoras, assim como a situação hidrológica dos complexos hidráulicos e as condições climáticas do complexo eólico.

PIMS

A grande quantidade de dados inerentes ao funcionamento de um COG motivou a Votorantim Energia a utilizar a solução PIMS da Energia Automação. Para tanto, o software EPM (Elipse Plant Manager) foi instalado em um servidor específico, em Cloud, e responsável pelo armazenamento dos dados em banco SQL Server.

Através de ferramentas gráficas, os usuários são capazes de consultar os dados gravados pelo PIMS, assim como gerar informações e relatórios sobre a performance do COG.

Informações Adicionais

Ano: 2017

Cliente: Votorantim Energia